+ uma rede social

Há pouco mais de uma semana a Google fez o lançamento da versão beta do Google+. Depois dos retumbantes fracassos do Google Wave (já falo mais dele) e do Buzz, acho que agora o pessoal do site mais famoso da web, que inclusive virou verbo dicionarizado, acertou a mão. Uma interface limpa, mecanismos de privacidade eficientes e (ainda) sem permissão para gifs de estrelinhas e fadinhas dançantes ou jogos viciantes, o Google+ tem causado agito entre as redes sociais. Mas não entre seus usuários.

A primeiríssima pergunta é: mais uma rede social? E a resposta clara e objetiva é: sim. Isso na visão do público que já começa a se encher do Facebook, como aconteceu com o Orkut e outros, mas não via alternativa senão continuar curtindo. Alguns atribuem à invasão brazuca a derrocada do Orkut, mas eu penso que seus sistemas ficaram bastante ultrapassados depois que o site do senhor Zuckerberg dominou uma grande fatia do mercado mundial e, como era de se esperar, virou febre por essas bandas. Diferente do Twitter, cuja proposta é muito outra e deve continuar como líder na sua proposta, acredito que a escalada do Orkut ao Google+ se deu por muita observação dos engenheiros googlelianos até chegarem à eureca: mais é menos.

A proposta do Google Wave era mais ambiciosa que aquela do Google+ e até acho que hoje ela faria mais sucesso, talvez até mesmo desbancasse todas as outras redes sociais. Compartilhamento de arquivos, textos, links, vídeos e fotos em tempo real e na nuvem com grupos determinados já era uma ideia apreciada, porém não tínhamos (isso faz quanto tempo? Dois anos, se muito!) equipamentos que viabilizassem isso em qualquer lugar, tampouco a ideia de tudo na nuvem era confiável. E o site também era meio bagunçado (ainda está no ar, para quem não conheceu, é só clicar aqui) e faltou boa vontade dos usuários.

Então, acredito que chegou a hora da Google no mundo das redes sociais. Particularmente, simpatizo muito mais com o Google+ do que com o Facebook, o qual pouco uso e nem tenho vontade de entrar. Como disse o Tiago, “já está com cheiro de Orkut esse Facebook”. Acredito que agora cabe aos usuários dar mais uma chance ao Google+ e cuidar para que não vire o samba do afrodescendente psicótico.

1 Comentário + uma rede social

  1. Leandro K 25 de julho de 2011 at 23:10

    Ah, redes sociais. Como disse uma moça – invertemos 1984 e estamos nos expondo. Daqui a pouco, vamos pagar para poder ter privacidade.

    Responder

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *