Os meninos da Serra Morena

Os Malaquias (Editora Língua Geral), da querida Andréa del Fuego, me pegou de primeira. Com raios e trovões retumbando entre as páginas, as primeiras cenas são impressionantes. A história dos irmãos Malaquias, a cisão familiar e o destino dessas figuras são os temas claros entre os muitos que se fundem e confundem dentro da narrativa-miríade de Andréa.

Sou suspeito para falar do romance, não por conhecer a Andréa, mas por gostar muito de histórias nas quais o protagonista é aparentemente um, mas na verdade se dissolve nos entes de uma família. Os Budenbroooks e Cem Anos de Solidão são livros que li com paixão e arrebatamento, romances sobre a transformação de famílias singulares. Com a mesma paixão mergulhei em Os Malaquias, sabendo de antemão que uma família estaria envolvida. E não me arrependi.

A história dos Malaquias tem outra personagem forte: a Serra Morena. Como o nome de tantas outras personagens do romance, este que parece simples dá uma força exuberante à serra, traz a mente coxas bronzeadas, ombros expostos, seduções de recônditos de paisagens e de corpos que pelejam naquelas paragens. Entre fantasmas passados, amores partilhados, cafezais e navios reluzentes, Os Malaquias é uma viagem da qual se volta diferente. Vale a pena.

2 Comentários Os meninos da Serra Morena

  1. Laura Fuentes 20 de janeiro de 2011 at 18:03

    Que bom que você gostou. Todos estão elogiando muito. Agora mais do que nunca vou ler esse primeiro romance da Del Fuego.

    Responder
  2. Pingback: os malaquias « Andrea del Fuego

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *