Dama em Cena

Luxo
Na sua voz é mais brilhante
Em cena, a dama
Que de noite e de dia
Enlouquece na pista
Ou na sala de jantar

Dama em cena
Damasco amarelinho
Feliz em ser autêntica
Pelo jeito atrapalhado
Pela certeza no que faz

Damasceno
É Rita, sim senhor
Da santa ou da profana
De Cássia ou de Lourdes
A Rita, que muda amando
Que ama, mudando
Que ama e está ao lado.

Dama Damasceno
Dança Damasceno
Ama Damasceno
É quem nos tira um sorriso
Quem nos faz pensar na vida
Simples e gostosa
Como ela deve ser.

Feliz aniversário, grande Damasceno!

2 Comentários Dama em Cena

  1. Marcos Piva 25 de Maio de 2007 at 23:04

    Dança, Damasceno!!
    😉
    Beijos!!

    Responder
  2. Anderson Lucarezi 30 de Maio de 2007 at 17:41

    Nossa, tenho um amigo com o sobrenome Damasceno, intrigante isso! hahahaha!

    Responder

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *